Home / Noticias / O que fazer em situações de risco

  • netsharewp
  • 1093 Views
  • 0 Comment
  • No tags

1. Ao ter o seu veículo furtado ou roubado
Ligue para o telefone 190, não tente procurar o veículo. Saiba a placa do seu veículo. Passe para a atendente do 190 todas as informações possíveis, tais como: características dos assaltantes, armas usadas no assalto, rumo tomado e características do seu veículo. Registre o furto na Delegacia de Polícia mais próxima.

2. Ao se deparar com sua casa arrombada
Não entre na casa, ligue para o 190 e aguarde a chegada de uma viatura no local, após, faça o registro da ocorrência na Delegacia mais próxima.

3. Ao presenciar um assalto
Mantenha-se afastado do local, evite interferir para não colocar em risco sua integridade física. Lembre-se: o assaltante não tem nada a perder. Ligue para o telefone 190 e repasse as informações possíveis. Após a saída do delinquente, procure ajudar a vítima.

4. Ao ser assaltado
Não reaja em hipótese alguma. Memorize as principais características dos assaltantes, ligue para o fone 190, transmita as características dos assaltantes e direção que tomaram, após faça o registro na Delegacia.

5. Ao se deparar com pessoas feridas

– Por acidente
Procure manter-se “calmo” e acalmar o acidentado (se ele estiver consciente). Ligue para o 193 (Anjos da Guarda), não conseguindo contato, ligue para o 190. Não mexa no ferido e evite que ele se debata, pois esta atitude pode agravar os ferimentos.

– Por tiro
Procure manter-se “calmo” e ao ferido; pressione com panos o local da penetração da bala e depois ligue para o fone 193.

– Por acidente de trabalho e outros

Se houver sangramento, faça um torniquete. Encaminhe o ferido imediatamente ao Pronto Socorro ou hospital mais próximo. Se houver amputação, leve o órgão amputado junto com a vítima, procure envolvê-lo com gelo, para garantir a possibilidade de reimplante.

6. Pessoas suspeitas no bairro

Procure mentalizar as características da pessoa estranha, ligue para o 190 e repasse todas as informações possíveis. Lembre-se que detalhes como altura, cor da pele, cabelo, idade aproximada e roupas são importantes para que os policiais militares que forem ao local efetuar averiguações possam identificar os suspeitos.

Fonte: Associação dos Cabos e Soldados de Alagoas

Outros parceiros
NOVIDADES
Receba nossas novidades direto em seu email!
NOSSOS CLIENTES